Lab – Casa de Criadores

Posted on 26/05/2010 por

2


Tão aguarda pelo universo de moda brasileira, a noite de ontem contou com os desfiles do projeto Lab da Casa de Criadores. Os participantes selecionados mostraram suas propostas, algumas surpresas boas, outras nem tanto, mas é certa a renovação do cenário de moda nacional através  do projeto, sendo este porta de entrada de novos profissionais no mercado, seja com marca própria ou na formação de um nome que venha a ser vinculado a outra marca. Entraram na passarela Yoon Hee Lee, a mais esperada da noite, Luiz Leite, Gabriela Sakate, Cynthia Hayashi e Juss que fizeram bonito ao mostrar suas produções originais. Alguns deslizes de início de carreira (e de meio e fim também, ninguém está livre deles) são comuns, mas nada que tire os méritos, tampouco o talento de seus criadores. Pela ordem dos desfiles:

Luiz Leite: Sua coleção foi muito assertiva com peças básicas em materiais orgânicos, tons claros e modelagens bem feitas. A jardineira foi a peça-chave para este masculino elegantemente sexy. Bonito.

Gabriela Sakate: Inspirada no trabalho do designer espanhol Jamie Hayon ela manteve uma linha menos elaborada e de pouco risco. Uma coleção de boa execução e qualidade comercial.

Juss: Talentosa que só, Juliana Souza é de um masculino na medida certa, nada de excessos nem elementos desnecessários. Sua temática proporcionou uma cartela suave, moderna e usual. Tamanho bom gosto nos obriga a perdoar um ou dois errinhos na modelagem, tenho certeza de que falarei muito dela ainda.

Cynthia Hayashi: Foi das mais bem sucedidas ao se permitir ousar. Sua base de criação foi o livro e filme “O Escafandro e a Borboleta”. As combinações de texturas ficaram harmônicas e as borboletas bem posicionadas completaram o ar primaveril da coleção.

Yoon Hee Lee: Peças estruturadas e desconstruídas, assim foi a coleção mais esperada do projeto Lab. Yoon Hee Lee, da qual já falamos aqui,  é um desses talentos naturais que não precisam de muito pretexto para parecer criativo, simplesmente o é. Suas peças se apropriam de uma viagem transcedental como argumento, uma viagem em que a alma se desprende do corpo, como os volumes que se deslocam para fora da roupa.

Adorei o resultado, só vem confirmar o talento criativo da moda nacional (queremos nas lojas já).

Mais detalhes, fotos vídeos e comentários na página ffw.com.br de onde saíram estas fotos e na página própria casadecriadores.com.br.

Anúncios
Posted in: Uncategorized